Judô Nacional
12/09/2017
Fonte LARA MONSORES/CBJ | Fotos PAULO PINTO/CBJ
Rio de Janeiro - RJ

Parte da equipe brasileira que disputou o Campeonato Mundial de Budapeste

Em 2017, os mundiais de judô realizados pela Federação Internacional (FIJ) ganharam um novo formato de competição. Além das disputas individuais foi incluída no programa oficial uma prova por equipes mistas formadas por homens e mulheres.

A nova disputa valerá medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, e seguindo essa tendência, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) também incluiu no calendário de eventos nacionais de 2017 um novo torneio no mesmo modelo adotado pela FIJ: o Grand Prix Nacional Misto Sub 21. A novidade seguirá o regulamento do mundial júnior por equipes mistas, que acontecerá no dia 22 de outubro, em Zagreb, na Croácia.

"A criação do Grand Prix Misto sub 21 tem como objetivo preparar os atletas brasileiros desde as categorias de base para esse novo modelo de prova que o COI e a FIJ aprovaram para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020", explica Matheus Theotônio, gestor nacional de eventos da CBJ. "Em 2018, esse modelo será adotado também no Grand Prix Interclubes Sênior que, até 2017, terá separação por gêneros. A edição de 2018 será no mesmo formato dos Jogos de Tóquio e do Mundial Sênior de 2017."

O GP Misto Sub 21 será disputado entre os principais clubes do Brasil no período de 02 a 03 de novembro, em São Paulo. Cada equipe poderá ser formada por até doze atletas nos seguintes pesos:

Feminino: 48kg, 57kg, 70kg, +70kg

Masculino:  60kg, 73kg, 90kg, +90kg

Time brasileiro recebe a medalha de prata na Hungria

Serão, porém, oito lutas (uma por peso) por confronto entre clubes. O número de lutas vencidas no confronto definirá o campeão do duelo. Se houver empate no número de lutas vencidas e na pontuação (ippon = 10 pontos; wazari = 1 ponto; shido = 0 pontos) será sorteado um peso para uma luta extra com golden score direto. Quem tiver a primeira vantagem, por shido ou pontuação, vence o confronto.

Parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes

O primeiro Grand Prix Misto sub 21 é uma das competições realizadas pela CBJ em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). As duas entidades discutiam desde maio deste ano a promoção em conjunto de novos torneios que sairão do papel já a partir de outubro. 

"Enxergamos uma oportunidade com a abertura do edital 7 do CBC, que propõe parcerias para fomentar torneios esportivos para atletas das classes anteriores à classe Sênior", conta Matheus. "Realizaremos quatro eventos em 2017 em parceria com o CBC: as Seletivas Sub 21 e Sub 18, o Torneio Nacional Sub 15 e o Grand Prix Misto Sub 21."

Além desses, o Meeting Nacional Sub 18 e Sub 21, e a Taça Brasil de Juniores também integrarão o projeto CBJ-CBC a partir de 2018. Essa parceria terá duração de quatro anos, de 2017 a 2020.

Brasil acumula duas pratas em mundiais por equipes mistas

O Brasil já provou que tem grande potencial para subir ao pódio olímpico neste novo formato de competição por equipes mistas. A seleção brasileira conquistou medalhas de prata nos mundiais sub 18 e sênior realizados até o momento.